Docentes da UFF farão nova assembleia para decidir novos rumos da greve

O início das atividades de 2015/2 e o período para a reposição das aulas de 2015/1 serão, oportunamente, redefinidos pelo CEP

Os Docentes da UFF Universidade Federal Fluminense irão se reunir nesta semana para decidir sobre os novos rumos da greve na instituição. A nova assembleia acontece na quinta-feira, dia 10. Na última semana, os professores já tinham votado pela continuidade da paralisação nos serviços. Os grevistas cobram do ministro e do reitor diálogo com movimento.

Com a decisão de manter a greve na última assembleia, o mês de setembro começou intenso para os docentes da UFF. Houve a realização de uma “vigília” nos jardins da reitoria e uma manifestação que bloqueou, por cerca de 40 minutos, as pistas da Praia de Icaraí, em Niterói. De acordo com o site da greve na instituição, o ato contou com aproximadamente 300 pessoas e teve oito horas e meia de duração.

Os docentes criticaram o ministro da educação, Renato Janine Ribeiro, e pediram resposta às pautas, além de cobrarem uma valorização maior das universidades públicas. O reitor da universidade também não foi poupado pelos professores. Segundo eles, após três meses, o administrador não recebeu os comandos de greve para conversar.

Além de professores e estudantes, a manifestação contou com o apoio de outros movimentos. Participaram do protesto trabalhadores do movimento sem-teto, integrantes do movimento “SOS Emprego” e trabalhadores terceirizados do Comperj que foram demitidos e estão sem receber as indenizações trabalhistas, e muitos ainda com os salários atrasados.

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.