Manifestação na ponte Rio Niterói RJ.


Captura de tela de 2017 07 04 13 39 45 - Manifestação na ponte Rio Niterói RJ.
Funcionários do Comperj fizeram manifestação na ponte Rio-Niterói na manhã desta terça.

ponte 4 e1433384022843 - Manifestação na ponte Rio Niterói RJ.Na manhã desta terça 10/02 a ponte fico cerca de duas horas interditada devido a uma manifestação de 150 funcionários da empresa Alumini, que trabalhavam nas obras do  Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), os manifestantes fecharam o sentido Rio e em seguida fizeram uma passeata em direção a sede da Petrobras.

O reflexo da manifestação na ponte fez com que a BR-101 ficasse com o transito lento e o engarrafamento foi até a altura do bairro Gradim, em São Gonçalo. Nas vias de acesso de Niterói, agentes da Nittrans foram acionados para ações com objetivo de aliviar a situação do fluxo de carros. O Terminal Rodoviário João Goulart, no centro da cidade, chegou a ficar sem ônibus em suas baias. Os coletivos não conseguiram chegar ao terminal por conta do congestionamento.

Este foi mais um protesto dos funcionários terceirizados do Comperj que afirmam não receber salários há três meses. Eles reivindicam o pagamento dos direitos trabalhistas, tanto dos efetivos quanto dos recentemente demitidos, e uma definição por parte da empresa, a Alumini, sobre a continuidade do trabalho no complexo, que foi interrompido.

Segundo o sindicato (Sintramon), cerca de 2,5 mil pessoas estão com os salários atrasados, sendo que 127 não recebem desde novembro de 2014. Desde o início dos protestos, na quinta-feira (8), os acessos às obras são bloqueados, provocando a paralisação das atividades

Fonte: G1 e O Fluminense

Captura de tela de 2017 06 27 14 52 43 - Manifestação na ponte Rio Niterói RJ.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.